A FFI (Fortescue Future Industries), braço de energia da empresa de minério de ferro Fortescue Metals Group, e o Porto do Açu Operações SA, subsidiária da Prumo Logística, assinaram um MOU (Memorando de Entendimento) para avaliar a oportunidade de desenvolver projetos industriais sustentáveis no Rio de Janeiro. 

As empresas vão conduzir estudos para viabilizar a instalação de uma planta de hidrogênio verde, com capacidade de 300 MW de potência, no Porto do Açu, o maior complexo portuário industrial privado de águas profundas da América Latina.

De acordo com a FFI, a usina, com potencial para produzir 250 mil toneladas de amônia verde por ano, deve impulsionar a industrialização renovável do porto, incluindo a produção de aço verde, fertilizantes, produtos químicos, combustíveis e outros produtos industriais manufaturados de forma limpa. 

O MOU ainda também estabelece as bases para projetos de desenvolvimento de energia solar no local, bem como eólica offshore nos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

Segundo Julie Shuttleworth, CEO da FFI, a empresa está avaliando oportunidades de energia renovável e hidrogênio verde em todo o mundo e irá liderar e impulsionar a indústria de produtos sustentáveis. “A oportunidade de estabelecer indústrias de grande escala totalmente novas e futuras impulsionará o crescimento da economia brasileira”, destacou a executiva.

“Esperamos que o potencial de novas indústrias verdes no Açu diversifique, amplie e aprofunde substancialmente a força de trabalho já qualificada do Brasil”, acrescentou.

José Firmo, diretor presidente do Porto do Açu, também comentou sobre a parceria e disse que o porto está navegando na direção da economia sustentável do futuro. “Um dos pilares da nossa visão para a industrialização são os projetos de transição energética operacional de hoje e as indústrias verdes movidas a energia renovável de amanhã”.

“Açu é uma porta de entrada entre o crescimento da economia brasileira e a rápida expansão dos negócios de baixo carbono em todo o mundo. É estimulante colaborar com um parceiro internacional deste calibre em um projeto tão visionário. Esta será a primeira usina de hidrogênio verde do país e colocará a FFI e a Açu na vanguarda da produção de energia limpa e da industrialização verde do Brasil”, finalizou o executivo.

Source link