A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) assinou, nesta segunda-feira (05), os contratos de concessão de 10 lotes de linhas de transmissão que foram arrematados no leilão realizado em dezembro de 2020, na B3, em São Paulo. 

De acordo com a Agência, as empresas já podem iniciar os trabalhos para as obras, que deverão gerar investimentos de mais de R$ 7 bilhões e 15 mil empregos em nove estados: Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo. Apenas o Lote 1, em Goiás, está em análise e será assinado posteriormente.

“O resultado desse leilão mostra a confiança dos investidores no nosso governo, no nosso país. Mais do que nunca, é hora de gerar empregos e renda para nossa população. Meus parabéns à ANEEL pelo trabalho. O Brasil não pode parar”, disse Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia.

“Realizamos em 2020 o maior leilão do segmento de infraestrutura do país, mesmo em meio à crise causada pela pandemia. A ANEEL promove segurança regulatória, já consagrada em relatórios das duas principais agências de avaliação de risco do mundo, a Standard & Poor´s e a Moody´s, tendo os investidores confiança nas regras e nos contratos que vão assinar”, comentou André Pepitone, diretor-geral da ANEEL. 

O órgão regulador afirmou ainda que o leilão de dezembro foi a maior licitação de 2020 do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) do Governo Federal, com ampla concorrência para todos os 11 lotes ofertados.

Source link