Uma parceria firmada entre as empresas WEG e Vale dará início a produção de eletrocentros solares em Minas Gerais, visando o desenvolvimento tecnológico do estado. 

Pelo acordo, ficou definido que a nova unidade industrial da WEG, instalada no município de Betim (MG), será responsável pela fabricação de 69 eletrocentros solares centrais para a Vale.

Os equipamentos serão entregues a partir do segundo semestre deste ano e serão usados na implantação do Projeto Sol do Cerrado, no município de Jaíba, na região norte do estado. 

O empreendimento da mineradora ocupará uma área de 1,2 mil hectares e promete ser um dos maiores parques de geração de energia fotovoltaica do Brasil, com potência instalada de 766 MWp e capacidade de produção de energia de 1,6 GWh/ano.

O início das operações está previsto para o segundo semestre de 2022 e o investimento da Vale na implantação do projeto é de aproximadamente US$ 500 milhões, cerca de R$ 2,6 bilhões, na cotação atual. 

“A Vale se sentiu honrada de ter colaborado para essa importante decisão estratégica da WEG, que não só atenderá ao Projeto Sol do Cerrado, mas contribuirá para o desenvolvimento tecnológico de Minas Gerais”, destaca Marco Braga, diretor de suprimentos da Vale.

A WEG fornecerá eletrocentros com inversores solares centrais, responsáveis por transformar a energia gerada nos módulos fotovoltaicos, permitindo sua disponibilização no sistema elétrico brasileiro para distribuição e consumo. 

“Esses equipamentos são totalmente desenvolvidos e fabricados no Brasil. A produção destes eletrocentros já ocorrerá na nossa nova fábrica em Betim”, explica Manfred Peter Johann, diretor superintendente da WEG Automação.

O que são eletrocentros?

Também chamados de Power House ou Power Control Room, os eletrocentros tem como principal função solucionar os problemas de instalação em empreendimentos de grande porte e de difícil acesso. 

Basicamente, são salas constituídas de estruturas metálicas modulares, projetadas e montadas com centros de distribuição de carga, quadros elétricos, sistema de climatização, iluminação, detecção e combate a incêndio, controle e automação, tudo integrado na mesma solução.

Trata-se de um conceito que pode ser aplicado em diversas áreas e que está cada vez mais presente nos setores industriais, em especial, nas empresas de mineração, de construção civil e em plataformas marítimas.

Source link