Nove em cada dez cidades da Região Centro-Oeste do Brasil possuem um sistema fotovoltaico gerando energia por meio do Sol. 

O levantamento foi realizado pelo Canal Solar com base nos dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) sobre GD (geração distribuída) solar.

Segundo a pesquisa, dos 466 municípios da região (IBGE 2019), que é formada por Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, 462 já contam com sistemas fotovoltaicos instalados em residência, comércios, prédios públicos, entre outros. 

O levantamento ainda apontou que a região possui 956,90 MW de potência instalada de GD solar, com mais de 67 mil unidades geradoras e cerca de 85 mil consumidores recebendo créditos.

Para Ráiney Soares, gerente de Produto Solar da distribuidora de soluções tecnológicas Horus, esta presença da energia solar no Centro-Oeste do país mostra o potencial que a região possui. “A crescente busca por instalações de sistemas fotovoltaicos em casas, comércios, indústrias e em áreas rurais na região deixa bem claro as vantagens que a energia solar proporciona, entre elas a economia no fim do mês”, destaca Ráiney Soares. 

Atualmente, a Hórus tem sua matriz localizada em Brasília e possui mais três unidades físicas, estabelecidas nos estados de Goiás, além de uma unidade em Tocantins e no Ceará.

Até o momento a empresa já comercializou mais de 8MW de equipamentos fotovoltaicos para todo o Brasil. A expectativa é de neste ano a empresa alcance a marca de 20 MW.

Dentre seu portfólio, estão os módulos Jinko, Canadian e Trina Solar, inversores Fronius e Goodwe, além de estruturas de fixação de placas da marca Spin e Pratyc, e cabos fotovoltaicos Cabomix.

“Os painéis da Jinko e Canadian representaram quase 50% de nosso faturamento em 2020. Nossa parceria é com as melhores marcas do mercado solar, somos os distribuidores oficiais destas marcas em nossa região de atuação”, conclui Ráiney Soares.

Source link