O deputado Danilo Forte (PSDB-CE), presidente da Frente Parlamentar de Energia Renovável, deu entrada nesta quarta-feira (2) em um requerimento solicitando uma Audiência Pública com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para debater os efeitos da crise hídrica no fornecimento de energia elétrica e na economia nacional. 

O requerimento foi feito à presidência da Comissão de Minas e Energia. Segundo o deputado, a crise hídrica, já anunciada pelo CMSE (Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico), irá provocar consequências no sistema de fornecimento de energia elétrica e até perdas na economia que podem chegar a 1% do PIB nacional. 

“É hora de analisarmos a dimensão desta crise e apontarmos caminhos agora, de forma a evitar danos maiores. A economia brasileira já sofre efeitos maléficos com a pandemia, vivenciar outra crise dentro da crise pode ser fatal para alguns setores da nossa economia”, afirma. 

Forte afirma que a crise hídrica também demonstra que precisamos refazer as bases de geração da energia do Brasil.

“Temos um modelo de geração de energia, baseado em hidrelétricas, que precisa ser refeito, pois já não é mais capaz de atender a demanda de base. Além do mais, a forma de complementação, por meio de usinas térmicas à gás, à carvão, ou à óleo, nos coloca na contramão do restante do mundo. Precisamos assumir que temos que investir em plantas de geração alternativa como eólica, solar ou biomassa, que vão permitir o menor consumo de combustíveis fósseis e a preservação da água nos reservatórios”, afirma.

Source link