O Grupo Profarma firmou parceria com a GreenYellow para o fornecimento de 5,4 GWh anuais durante 20 anos. O anúncio foi dado nesta semana.

De acordo com a multinacional de energia, serão utilizados 9,4 painéis para a construção de três usinas fotovoltaicas – que abastecerão 147 das 200 lojas da D1000 Varejo Farma, totalizando 73% dos pontos de venda. 

O projeto abrangerá todas as 72 unidades da rede Drogaria Rosário (região atendida pela CEB, em Planaltina, DF), 34 das Drogarias Tamoio (região atendida pela Enel RJ, em Itaperuna) e 41 da Drogasmil (atendida pela Light, utilizando a usina em Seropédica, RJ).

“Com a gestão eficiente de energia limpa, evitaremos a emissão de mais de 600 toneladas de CO2 no meio ambiente, minimizando assim, o impacto em nossas operações”, disse Deborah Birmarcker, presidente do Instituto Profarma de Responsabilidade Social.

Saiba mais: Empresa de medicina fecha acordo com GreenYellow e adota energia solar

“A Profarma sempre foi uma companhia com forte compromisso e atuação em iniciativas sociais, e agora nós estamos dando mais um passo importante na adoção de estratégias para o uso de renováveis, seguindo em direção a uma gestão sustentável, tanto do ponto de vista financeiro como do meio ambiente”, completou. 

A fazenda solar de Itaperuna já está conectada junto à distribuidora, e a expectativa, segundo  Roberto Zerkowski, diretor-presidente da GreenYellow, é que até o final do primeiro semestre todas as plantas já estejam conectadas.

“É muito importante para nós apoiarmos grandes grupos em sua transição energética, sem esquecer dos benefícios financeiros que as iniciativas podem trazer”, acrescentou Zerkowski.

Source link