Visando sustentabilidade e redução de custo, escolas técnicas agrícolas da rede estadual  do Rio Grande do Sul irão usufruir da geração de energia por meio da fonte solar. Ao total, serão instalados 35 sistemas de 13,6 kWp em 15 escolas técnicas do estado.

De acordo com Francisco dos Santos, diretor do departamento técnico da Suepro (Superintendência da Educação Profissional do Estado), a expectativa é que os sistemas gerem mensalmente aproximadamente 1,4 MWh.

O investimento de R$ 30 milhões engloba uma verba derivada de emenda parlamentar da bancada federal gaúcha destinada a essa categoria de ensino, intermediada pela Suepro, para a aquisição de maquinários e qualificação do ensino.

“Certamente essa atitude será revertida em benefícios para a gestão da instituição de ensino contemplada e da comunidade escolar”, afirmou Frederico Guedes, diretor-superintendente da Suepro.

Leia também: Profissionais do setor opinam sobre aprovação do PL 5829

No mês de agosto foi instalado na escola Guaramano, de Guarani das Missões três sistemas fotovoltaicos com 34 painéis solares da OSDA SOLAR cada, totalizando 102 módulos, e um inversor da Growatt de 15 kW em cada sistema.

As escolas Achilino de Santis (Santo Antônio das Missões), Escola Encruzilhada (Maçambará), Ildefonso Simões Lopes (Osório), Escola Daniel de Oliveira Paiva (Cachoeirinha) e ETA de Viamão (Escola Técnica de Agricultura)  já possuem sistemas fotovoltaicos instalados.

Escolas Técnicas

1- Escola técnica Cangucu- 5 sistemas 

2- Desiderio Finamor- lagoa vermelha- 1 sistema

3- Guapore – 4 sistemas 

4- Ildefonso Simões Lopes- Osório – 5 sistemas 

5- Rubens da rosa Guedes- Caçapava do sul- 1 sistema

6- Guaramano- Guarani das missões- 3 sistemas 

7- Viadutos – 2 sistemas 

8- Nossa senhora da Conceição- cachoeira do sul  -1 sistema

9- Belizario de Oliveira Carpes- Espumoso – 3 sistemas 

10- Imaculada – Tapera – 3 sistemas 

11- Getúlio Vargas- Fontoura Xavier- 3 sistemas 

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2021-09-02 07:00:16