A GD (geração distribuída) em casas e prédios residenciais ultrapassou a marca de 3 GW de potência solar instalada nesta quarta-feira (13). Os números apresentados consolidam o segmento como a maior classe de consumo do país, segundo dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). 

Na comparação com o mesmo período do ano passado, o montante mais do que dobrou: saindo de 1,4 GW para os atuais 3 GW. Dos 5,57 mil municípios brasileiros, mais de 93,4% (5,2 mil) possuem ao menos uma unidade consumidora de energia solar. “É um número muito expressivo e que representa uma conquista muito grande para o mercado”, disse Leandro Martins, presidente da Ecori Energia Solar,

Os dados da ANEEL ainda mostram que as residências brasileiras contam hoje com 479 mil sistemas solares instalados no SCEE (Sistema de Compensação de Energia Elétrica). Em outubro de 2020, o Brasil tinha menos de 4 GW de potência instalada em GD solar. Atualmente, já são 7,1 GW e cerca de 630,2 mil sistemas. 

Além dos 3 GW acumulados pelas moradias residenciais, o Brasil também conta com 2,53 GW de energia fotovoltaica produzidas a partir de estabelecimentos comerciais;  974 MW das propriedades rurais e 562 MW do polo industrial. Já a energia solar provida de sistemas instalados em prédios do poder público, de unidades de serviços públicos e de iluminação de ruas e avenidas municipais foram responsáveis pela geração conjunta de outros 95 MW. 

 

Imagem: Facebook/Reprodução

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2021-10-13 14:15:47