Os drones estão revolucionando os negócios em todo o mundo e no campo da energia solar algumas companhias vêm apostando na tecnologia com o intuito de oferecer mais segurança aos consumidores. Na Intersolar deste ano, uma das grandes novidades da Go Solar foi, justamente, uma aeronave projetada para identificar falhas nos painéis por meio de inspeção visual. 

O drone da DJI e distribuído pela empresa – denominado de Mavic 2 Enterprise Advanced – foi lançado a pouco mais de dois meses no mercado e custa em torno de R$ 45 mil (kit completo). O equipamento conta um controle de movimento, que não necessita de conexão com o celular, e sobrevoa grandes usinas para detectar sobrecargas e outros problemas que, muitas vezes, podem passar batido.  

“É um drone que está no mercado há poucos meses e tem uma eficiência operacional muito alta, porque a câmera consegue fazer zoom na área térmica com uma resolução acima de 540p. Quando uma placa solar apresenta algum defeito, ela apresenta uma luminosidade aparente mostrando que naquele ponto há uma falha”, disse Henrique de Freitas, engenheiro responsável pela tecnologia.

O equipamento consegue detectar as falhas por meio dos gradientes de temperatura, facilitando a manutenção e a durabilidade dos sistemas adquiridos pelos consumidores. “Esse drone tem uma característica diferente que é a de leitura térmica, que facilita muito durante os projetos de solar e outros projetos elétricos”, disse Freitas

O engenheiro explica também que o drone apresentado na Intersolar deste ano conta com uma série de opções de tela. Em uma delas, por exemplo, é possível dividi-la em duas partes para ver a imagem normal à direita e a térmica à esquerda do visor.

“Temos várias paletas de cores para as imagens térmicas e cada uma delas se encaixa melhor dependendo do problema que eu estou procurando verificar. Podemos medir a temperatura de pessoas, objetos, transformadores, entre outras coisas”, ressaltou.

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2021-10-21 17:13:54