A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) autorizou o funcionamento de mais um empreendimento solar no país no começo desta semana. A entidade liberou a operação da usina de Juazeiro V, com capacidade instalada de 47,2 MW, no município de Juazeiro, no interior do Estado da Bahia.

De acordo com a Agência, trata-se de uma importante etapa para o fomento da energia solar na região do nordeste do país, já que também fazem parte do complexo as UFV Juazeiro I a IV, que estão em operação desde 2018.

Atualmente, o Nordeste é a região brasileira com maior geração de energia solar a partir de usinas de grande porte, com mais de 73% de toda a potência fiscalizada.

Dos 4,02 GW de GC (Geração Centralizada), pouco mais de 2,966 GW foram gerados somente nos estados que compõem a localidade. Na sequência, aparecem as regiões Sudeste (1,022 GW); Norte (0,016 GW); Sul (0,014 GW) e Centro-Oeste (0,006 GW). 

Usina solar paulista 

Na segunda semana de outubro, a Agência também já havia autorizado o início da operação comercial da maior central de geração solar do Estado de São Paulo: o complexo Pereira Barreto I a IV, com 167,58 MW de capacidade instalada.

O empreendimento, localizado na cidade de Pereira Barreto, às margens do reservatório da hidrelétrica de Três Irmãos, conta com 600 mil painéis voltados para a produção de energia elétrica limpa e renovável.

O complexo iniciou a operação com seis meses de antecedência em relação ao seu compromisso na outorga pela ANEEL e, de acordo com a própria companhia, ajudará o país no enfrentamento da maior crise hídrica dos últimos 91 anos. 

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2021-10-29 17:03:04