Aldo Solar atinge marco de 200 mil geradores de energia solar vendidos

Na Aldo, um gerador é embarcado a cada dois minutos. Foto: Aldo Solar

A adesão à energia fotovoltaica está em crescimento exponencial no Brasil. Prova disso, é a marca alcançada pela distribuidora de equipamentos Aldo Solar de 200 mil sistemas comercializados.

Dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), apontam que o Brasil já possui mais de 677 mil geradores de energia solar instalados e distribuídos.

Segundo a empresa, os 200 mil geradores de energia solar vendidos pela Aldo equivalem a uma potência aproximada de 1,95 GW e mais de 5,2 milhões de painéis solares distribuídos em todo o país.

“Na Aldo, um gerador é embarcado a cada dois minutos, o que equivale a quase um terço de todos os geradores instalados no país continental que é o Brasil. São números muito expressivos e que reforçam a liderança e a atuação nacional da Aldo, que conta hoje com 30% de participação no mercado de geração distribuída”, destaca Aldo Pereira Teixeira, presidente da companhia.

“Quando a gente vem aqui para essa quadra, a gente vem com vontade de vencer. E o mais bacana é que aqui não existem derrotados. Só campeões. Hoje atingimos mais um número expressivo de geradores embarcados. Por isso comemoramos juntos e agradecemos aos nossos parceiros e aos mais de 13 mil clientes da Aldo Solar. Parabéns a todos nós e à energia solar”, acrescenta.

Segundo a empresa, os 200 mil geradores de energia solar vendidos pela Aldo equivalem a mais de 5,2 milhões de painéis solares distribuídos em todo o país. Foto: Aldo Solar

Ainda no início do mês de novembro, a Aldo já havia atingido o marco de 190 mil geradores vendidos. Estes novos 10 mil, vendidos em menos de 30 dias, indicam que o Brasil deu um grande passo rumo à sustentabilidade. 

Energia solar no Brasil

Ainda em 2021, foi possível observar outros marcos históricos para a energia solar serem atingidos no Brasil. O país passou a ocupar a 14ª posição do ranking da IRENA (Agência Internacional para Energias Renováveis), sendo o único país da América Latina.  Além disso, ultrapassou o número de 12 GW em potência instalada pela fonte solar.

Levantamento da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), mostra que os sistemas fotovoltaicos representam mais de 70% da potência da usina hidrelétrica de Itaipu – segunda maior hidrelétrica do mundo e a maior da América Latina.

Ainda de acordo com dados divulgados pela ABSOLAR em 2021, a maior fatia da geração de energia solar vem dos telhados. Isso coloca a fonte solar no 5º lugar na matriz elétrica brasileira.

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2021-12-03 11:30:25