ABSOLAR anuncia novo coordenador em São Paulo

Energia solar em São Paulo possui hoje uma potência instalada de 1,6 GW. Foto: Envato Elements

O Conselho da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) anunciou a nomeação de mais um novo coordenador estadual nesta semana. O nome da vez é o de Pedro Drumond, da empresa RH Renováveis, para São Paulo.

Com o anúncio, a entidade passa agora a contar com representantes regionais em 10 estados brasileiros, sendo que a meta é cobrir todos os estados da federação. Além de São Paulo, também há hoje profissionais atuando no Acre, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

“A proposta com os coordenadores estaduais é reforçar a colaboração regional no desenvolvimento de políticas públicas e programas privados na área de energia solar, no sentido de promover o crescimento econômico e sustentável nos estados e ampliar o mercado fotovoltaico no país”, explica conta Ronaldo Koloszuk, presidente do conselho de administração da ABSOLAR.

Atualmente, a energia solar fotovoltaica no Estado de São Paulo possui uma potência instalada de 1,6 GW, somando as grandes usinas solares e os pequenos e médios sistemas de geração própria no segmento de GD (geração distribuída). Além disso, os 638 municípios paulistas também contam hoje com pouco mais de 120 mil sistemas operacionais em residências, comércios, indústrias, propriedades rurais e prédios públicos, o que corresponde a cerca de 98,9% das cidades do Estado.

Atualmente, 140 mil consumidores de energia elétrica também já fazem uso da tecnologia, com redução na conta de luz. “Vale destacar, portanto, que São Paulo é atualmente um importante centro de desenvolvimento da energia solar, tanto nas grandes usinas fotovoltaicas quanto nos pequenos sistemas instalados pelos próprios consumidores. A fonte também representa um enorme potencial de geração de emprego e renda, atração de investimentos privados e colaboração no combate às mudanças climáticas na região, destacou Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR.

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2022-02-03 09:16:28