A JA Solar investiu US$ 978 milhões na nova fábrica Qujing, província chinesa, para o desenvolvimento e fabricação de wafers, células e módulos fotovoltaicos de silício cristalino. 

A nova base operacional da empresa promete ser uma das mais eficientes com o objetivo de se tornar uma das maiores indústrias de produção a curto prazo, contribuindo para aumentar em 50% a capacidade interna de produção de 40 GW/ano, para 60 GW/ano, até o final de 2025.

Segundo a empresa, a nova linha de produção atenderá inclusive ao Brasil, com produtos de grande porte. A fabricante ainda reforçou que a capacidade de produção a torna uma das maiores operadoras mundiais. 

Atualmente a empresa está com a atenção voltada para a comercialização de produtos para distribuidores de equipamentos e desenvolvedores de grandes projetos, levando em consideração também o atendimento aos integradores.

A capacidade anual de wafers de silício da JA Solar, há dois anos, era 20GW e sua competência de produção anual de módulos solares era de 25 GW. 

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2022-02-21 12:49:21