Elgin prevê crescimento acelerado dos projetos FV em 2022

A Elgin atua no setor fotovoltaico desde 2017. Foto: Elgin/Divulgação

Com a publicação da Lei 14.300, a Elgin espera um crescimento acelerado nos pedidos de kits fotovoltaicos das companhias que atuam em projetos e instalação de sistemas residenciais, comerciais, industriais e propriedades rurais no país.

Para Glauco Santos, diretor da divisão solar da Elgin, a nova lei traz mais segurança jurídica e previsibilidade às empresas do setor e aos próprios consumidores.

“O novo marco legal consolida uma visão de otimismo da Elgin no segmento fotovoltaico. Estamos focados nesse mercado de enorme potencial e essa conquista reforça ainda mais a fonte solar como uma opção viável para um futuro econômico e sustentável”, destacou.

A empresa fechou o ano de 2021, com crescimento de 200% na comercialização de kits de energia solar em comparação com o exercício anterior.

Segundo a companhia, a alta foi impulsionada, sobretudo, pela crise hídrica e reajustes tarifários recorrentes na conta de energia, o que levaram muitos a buscarem alternativas viáveis para essa situação.

Leia mais

“Outro fator preponderante foi o lançamento da plataforma própria de e-commerce da Elgin, focada na comercialização de kits para integradores parceiros, facilitando o processo de compra e dando maior agilidade no processo logístico”, explicou Santos.

Em 2021, os geradores residenciais lideraram os pedidos na Elgin, com 80% de participação, seguidos pelos geradores comerciais (15%) e industriais (5%). A companhia possui equipamentos instalados em todo território nacional e equipe comercial atuando em todas as regiões do Brasil.

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2022-02-25 14:15:46