Energia solar: alternativa viável para o produtor rural

Setor é responsável por 13,7% da energia solar

Atualmente, o setor rural brasileiro ocupa a terceira posição no ranking nacional, com 1,26 GW de potência instalada em GD (geração distribuída) solar fotovoltaica, segundo dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). 

O segmento é responsável por 13,7% de toda potência instalada no Brasil, com mais de 65 mil sistemas fotovoltaicos instalados e cerca de 93 mil UCs (Unidades Consumidoras) recebendo créditos por meio da energia solar.

Em março de 2021, o segmento contabilizava aproximadamente 724 MW de potência instalada, ou seja, o setor rural aumentou cerca de 74% desde então.

Guilherme Nagamine, diretor da L8 Energy, avaliou que a fonte solar é uma solução vantajosa para unidades consumidoras que sofrem com o fornecimento contínuo de energia.

“A energia fotovoltaica é uma solução que possibilita a geração da sua própria energia elétrica mesmo em locais de difícil acesso onde as concessionárias de energia não conseguem chegar”, destacou.

“Além de gerar energia através do sol, também é possível armazenar a energia que não foi utilizada de dia e usá-la a noite, trazendo dessa maneira todo o conforto que a energia elétrica pode proporcionar”, acrescentou o executivo.

Visando aumentar as soluções para este segmento, a distribuidora participou do Show Rural Coopavel 2022, evento dedicado ao agronegócio da América Latina.

Durante o evento, a distribuidora exibiu seu portfólio de produtos: telha solar, luminárias solares, ombrelone solar, mochila solar e filme fino. Ademais, a empresa também apresentou os equipamentos tradicionais, como módulos e inversores.

Outro destaque da empresa no evento foi a parceria com a Huawei. “Apresentamos com exclusividade o display com a tecnologia de armazenagem de energia gerada pelo sistema fotovoltaico”, disse o diretor da L8 Energy.

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2022-03-10 09:00:41