TrinaTracker se une ao governo queniano para atender povos Kalenjin

O intuito é promover melhorias na economia local e na qualidade de vida dos moradores de Uasin Gishu. Foto: TrinaTraker

Nesta quarta-feira (6), a fabricante de rastreadores TrinaTracker concluiu a entrega e construção de três novas usinas fotovoltaicas para as empresas Radiant, Eldosol e Kesses, no município de Uasin Gishu, no Quênia. Juntas, as instalações têm capacidade instalada de 155 MW.

Para José Carlos Talavera, gestor de projeto da TrinaTracker no continente africano, o projeto é um motivo de orgulho. “Estamos orgulhosos de implementar usinas fotovoltaicas em áreas remotas, pois podemos ajudar a população local através dos projetos que fazemos”, afirmou Talavera.

“Assim como os projetos no Quênia, é um grande prazer vermos como os Kalenjin aprendem sobre tecnologia fotovoltaica e estão mais conscientes das questões de sustentabilidade”, acrescentou o gestor.

A TrinaTracker prestou colaboração ao governo local, com o intuito de promover melhorias na economia local e na qualidade de vida dos moradores de Uasin Gishu, povos membros das tribos Kalenjin.

Segundo a unidade de rastreadores da Trina Solar, a cooperação foi realizada por meio de um recrutamento de moradores de cinco aldeias localizadas nas proximidades da obra, com a intenção de envolvê-los na construção dos projetos fotovoltaicos. 

Além disso, a empresa informou que também será oferecido um tratamento técnico. Ainda de acordo com a TrinaTracker , o recrutamento é uma estratégia para oferecer novas oportunidades de trabalho e, consequentemente, proporcionar melhores condições de vida.

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2022-04-07 09:35:30