Curitiba lança editais para instalar painéis solares em terminais de ônibus

Sistemas FV vão 2,4 milhões kWh/ano nos terminais de ônibus de Curitiba. Foto: Daniel Castellano/SMCS

A Prefeitura de Curitiba (PR) lançou três editais de licitação para instalação de sistemas de energia solar nos telhados de três terminais de ônibus nos bairros de Santa Cândida, Boqueirão e Pinheirinho. 

Os serviços fazem parte do programa Curitiba Mais Energia, que há três anos tem o objetivo de reduzir as emissões de gases do efeito estufa na cidade com a implantação de tecnologias que privilegiam o uso de fontes renováveis para a produção de energia em espaços públicos.

O valor da licitação inclui a elaboração de projeto executivo, preparação das estruturas dos telhados, instalação dos painéis, teste de desempenho e garantia de funcionamento e eficiência dos sistemas fotovoltaicos. 

Nos terminais do Pinheirinho e Boqueirão, as empresas contratadas precisam, ainda, fazer o reparo dos telhados. A expectativa é que os novos sistemas fotovoltaicos gerem, juntos, cerca de 2,4 milhões kWh/ano, segundo a Prefeitura. 

Os contratos terão a duração de 22 meses, sendo que nestes prazos estão incluídos os testes de desempenho pós-instalação. A geração de energia deve começar oito meses após a emissão da ordem de serviço.

Curitiba Mais Energia

A criação do programa Curitiba Mais Energia, em 2019, marcou o início dos investimentos da capital paranaense em energia renovável para produção de energia em espaços públicos do município. 

Além da licitação para os três terminais de ônibus da cidade, outros exemplos de sistemas instalados de energia solar são o do telhado do Palácio 29 de Março, na sede da Prefeitura, e da Galeria das Quatro Estações, no Jardim Botânico.

Em andamento há as obras da Pirâmide Solar do Caximba, no antigo aterro sanitário da cidade. Futuramente, também devem ser licitados, os trabalhos para instalação dos painéis solares no telhado da Rodoferroviária de Curitiba.

Centro de estudos

Em março deste ano, a cidade de Curitiba ganhou um espaço para estudo e disseminação de informações sobre energias renováveis. Lançado dentro do Parque Barigui, o Curitiba Solar é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Curitiba, a Copel (Companhia Paranaense de Energia Elétrica) e a UFRP (Universidade Federal do Paraná.

O espaço, aberto ao público para visitação, permite que estudantes dos diferentes cursos universitários, cursos técnicos, escolas públicas e privadas e à população em geral tenham a oportunidade de conhecer o funcionamento da mini usina e os benefícios da geração de energia solar para a sociedade. 

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2022-08-04 09:11:06