Consumidores residenciais atendidos pela companhia poderão ter um aumento de 2,59% em sua conta de luz; já os clientes de baixa tensão um percentual de 2,63%; e os consumidores de alta tensão uma redução de -9,38%.

A proposta para a Revisão Tarifária da CPFL Piratininga (Companhia Piratininga de Força e Luz) foi realizada na última quinta-feira (24), em audiência pública, promovida pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), na Associação Comercial de Santos (SP).

A sessão presencial foi dirigida pelo diretor da ANEEL, Hélvio Guerra, e contou com a participação de 53 pessoas. Entre elas estavam presentes representantes do Conselho de Consumidores da CPFL e da Prefeitura de Santos, além de ambientalistas, empresários e técnicos da concessionária.

As novas tarifas passarão a vigorar a partir do dia 23 de outubro de 2023 para aproximadamente 1,8 milhão de unidades consumidoras em 27 municípios do interior e do litoral paulista.

A expectativa é que os valores sejam aprovados na Reunião Pública Ordinária da diretoria da ANEEL do dia 17 de outubro.

Segundo a ANEEL, “o item que mais impactou na proposta de redução dos índices foi a retirada de componentes financeiros apurados no cálculo tarifário anterior, responsável por uma amortização de -3,84%”.

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2023-08-28 16:11:31