Volume de créditos de descarbonização ultrapassa R$ 8 bilhões

Foto: SAE Brasil/Reprodução

O volume financeiro de CBIOs (Créditos de Descarbonização) ultrapassou a marca de R$ 8 bilhões no Brasil. A cifra foi alcançada dentro da RenovaBio (Política Nacional de Biocombustíveis). 

O programa, instituído em 2017 por meio da Lei nº 13.576, tem como objetivo promover a expansão da produção e da comercialização de biocombustíveis na matriz energética nacional de modo a mitigar as emissões de gases do efeito estufa. 

Um CBIO equivale a uma tonelada de gases causadores de efeito estufa não emitidos para atmosfera devido ao uso de biocombustível em substituição aos combustíveis fósseis. O valor médio de cada CBIO ficou em R$ 111,63.

Ao todo, mais de 102,8 milhões de créditos já foram emitidos em todo país, o que significa que 102,8 milhões de toneladas de CO2 deixaram de ser emitidas na atmosfera por meio do programa. 

Os CBIOs são ativos ambientais emitidos por produtores de biocombustíveis em quantidade proporcional à nota de eficiência de sua produção certificada e do volume de biocombustível comercializado. 

Tais créditos são, atualmente, comercializados pelos produtores de biocombustíveis na bolsa de valores brasileira e adquiridos pelas distribuidoras para cumprimento de suas metas individuais, ou mesmo por terceiros não obrigados interessados na aquisição de CBIOs.

Publicado Originalmente no Canal Solar em 2023-09-05 16:49:52